Tipos de contas de garantia

Tipos de contas de garantiaO compromisso é um daqueles termos financeiros que a maioria das pessoas não ouve todos os dias, mas o conceito não precisa ser intimidador. As contas de garantia atendem a várias necessidades básicas e abordaremos cada uma delas aqui.

O que é contas de garantia?

Uma conta de garantia é uma conta projetada para reter fundos com segurança temporariamente. O provedor do compromisso deve ser um terceiro desinteressado, sem preferência sobre quem finalmente recebe fundos da conta. Por exemplo, em uma transação imobiliária, a conta de garantia não pertence ao comprador ou vendedor. As contas de garantia são úteis de várias maneiras:

  • Compra caseira: Um depósito em dinheiro deve permanecer em uma conta de garantia para proteger o comprador e o vendedor.
  • Pagamentos mensais: Um proprietário pode fazer depósitos em uma conta de garantia a cada pagamento mensal, ajudando a suavizar grandes despesas anuais.
  • Locatários e proprietários: As contas de custódia podem ajudar a proteger os interesses dos locatários e resolver disputas.
  • Compra de bens e serviços: O compromisso é uma opção para quase todas as transações em que compradores e vendedores desejam um “árbitro” para supervisionar o pagamento.

Abordaremos cada uma delas com mais detalhes, mas o tema comum é o uso de uma conta para reter dinheiro para custódia.

Atenção: Se você estiver usando um serviço de garantia para uma transação online, verifique duas vezes para garantir que a empresa seja legítima. O Better Business Bureau é um bom ponto de partida.

Comprar ou vender uma casa

A maioria das pessoas tem sua primeira exposição a custódia ao comprar ou vender imóveis. Ao fazer uma oferta, você geralmente inclui um depósito em dinheiro sério para mostrar ao vendedor que está realmente interessado em comprar.

Mas você não deseja apenas dar dinheiro diretamente ao vendedor – você teria que confiar que o vendedor é financeiramente seguro, honesto e organizado o suficiente para lhe devolver o depósito se o negócio não der certo.

Os compradores normalmente fazem cheques de dinheiro pagos a uma empresa de custódia ou título. Isso permite que o vendedor receba fundos se você voltar inesperadamente.

Ao mesmo tempo, você pode ter certeza de que receberá seu dinheiro de volta se houver um problema com uma de suas contingências (por exemplo, você encontra algo inaceitável na inspeção).

O provedor do compromisso não deve se importar se o comprador ou o vendedor obtém os fundos (embora eles possam preferir ver a transação ser concluída). Eles revisam sua oferta de compra e devolvem fundos ao comprador ou enviam fundos ao vendedor, dependendo de quem tem direito ao dinheiro.

Pagamentos mensais

Quando você empresta dinheiro para comprar uma casa, pode ser necessário usar uma conta de garantia para pagamentos mensais. Despesas como seguros de imóveis e impostos sobre a propriedade geralmente são despesas anuais, mas a maioria das pessoas pensa em pagamentos mensais – e grandes contas anuais as pegam de surpresa.

Para tornar essas despesas significativas mais gerenciáveis, os credores geralmente exigem que você salve uma parte do valor anual a cada mês.

A cada pagamento mensal, seus fundos vão para o saldo do empréstimo (principal e juros), bem como seus impostos e seguros. Esses pagamentos costumam ser chamados de pagamentos PITI.

A cada pagamento mensal, o valor de seus impostos e seguros entra em uma conta de garantia até que as contas anuais sejam vencidas. Aqui estão algumas considerações para o compromisso:

É obrigatório ou opcional?

Alguns credores exigem que você use uma conta de garantia. Mesmo se não o fizerem, você pode optar por usá-lo voluntariamente para dividir suas despesas anuais em partes mais gerenciáveis.

Ao espalhar os pagamentos, você não precisa se esforçar para obter fundos quando chega uma fatura semestral ou anual. Os credores geralmente gostam de usar contas de garantia porque não pagar impostos e contas de seguro os coloca em risco.

Se a sua casa queimar, eles querem recuperar o dinheiro, e as autoridades tributárias podem comprometer sua casa, dificultando a venda para você e o credor.

Você deve fazer isso sozinho?

Se você não possui uma conta de garantia para facilitar os pagamentos, planeje com antecedência. Espere pagar impostos sobre a propriedade uma ou duas vezes por ano e decida como pagar pelo seguro do imóvel. Você pode pagar mensalmente (por conta própria) ou pode optar por pagar o valor anual completo em um montante fixo.

É o melhor uso do seu dinheiro?

Você pode se preocupar em ganhar mais com suas economias do que com uma conta de garantia. Isso pode ser verdade, mas avalie os números com um olhar crítico.

Quanto você mantém em sua conta de garantia a qualquer momento? Especialmente quando as taxas de juros são baixas, qualquer ganho extra que você possa obter no banco de sua escolha não será muito. É o suficiente para mover a agulha em suas finanças?

Contas de Custódia para Locatários

Quando se trata de locatários, o compromisso pode ser útil de duas maneiras. Mas verifique com um advogado imobiliário local e os reguladores estaduais para confirmar como as coisas funcionam em sua área.

  1. Depósitos de segurança: Em alguns estados, os proprietários devem manter os depósitos de segurança em uma conta de garantia com juros. Essa prática garante que os locatários recebam seu dinheiro de volta e que haja fundos disponíveis para fazer reparos, se necessário. Se os proprietários depositarem fundos em uma conta operacional, é fácil perder o controle do dinheiro e gastá-lo com outras necessidades.
  2. Disputas: Quando os proprietários falham em atender às necessidades do locatário (como a necessidade de água corrente ou calor), os locatários podem ter a possibilidade de reter o pagamento do aluguel. Mas em alguns estados, os locatários são obrigados a depositar o pagamento regular do aluguel em uma conta de garantia. Fazer isso protege o proprietário e mostra que os locatários não estão tentando evitar o pagamento; eles só querem os serviços pelos quais estão pagando.

Outras transações

As contas de garantia podem ajudar a facilitar quase qualquer tipo de transação. Ao envolver terceiros para manter fundos para custódia, compradores e vendedores podem se sentir confiantes em fazer negócios.

Por exemplo, ao comprar ou vender on-line, você não conhece a pessoa ou a empresa do outro lado da transação. Se você estiver preocupado em ser enganado, vários serviços on-line podem executar tarefas de custódia para você.

 

Classifique este post
[Total: 1 Average: 5]

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!