Como funciona a reconciliação bancária e por que é importante

Como funciona a reconciliação bancária e por que é importanteAo reconciliar sua conta bancária comercial, você compara seus registros financeiros internos com os registros fornecidos pelo seu banco. Uma reconciliação mensal ajuda a identificar transações incomuns que podem ser causadas por fraude ou erros contábeis, e a prática também pode ajudá-lo a identificar ineficiências.

Como funciona a reconciliação bancária

Para reconciliar suas contas, compare seu registro interno de transações e saldos com seu extrato bancário mensal. Verifique cada transação individualmente, certificando-se de que os valores correspondam perfeitamente e observe as diferenças que precisam de mais investigação.

Importante: Verifique se seus extratos bancários mostram um saldo final da conta que concorda com seus registros internos. Se os valores não corresponderem, você precisará de uma explicação para a diferença.

O processo pode ser tão formal ou informal quanto você gostaria, e algumas empresas criam um extrato de reconciliação bancária para documentar que eles reconciliam contas regularmente. Se você não concluir o processo mensalmente, poderá executá-lo diariamente, trimestralmente ou por qualquer outro período que escolher.

Onde Coletar Informações

Seu sistema contábil deve conter todos os dados internos das transações de que você precisa, ou você pode manter seus registros em um registro de cheques (eletrônico ou em papel). Seu banco pode fornecer acesso on-line à sua conta, permitindo visualizar e baixar transações regularmente para comparação.

Alguns programas de contabilidade online automatizam parcialmente o processo, embora você ainda precise supervisioná-lo.

Nota: Se você está familiarizado com o equilíbrio do seu talão de cheques, já está familiarizado com a reconciliação bancária. Você está essencialmente fazendo a mesma coisa pela mesma razão.

E se algo não corresponder?

É normal ver pequenas diferenças devido ao tempo, incluindo itens que ainda não liberaram o banco, mas você deve ser capaz de explicar essas diferenças facilmente. Por exemplo:

  • Você pode emitir um cheque para um fornecedor e reduzir o saldo da sua conta em sistemas internos de acordo, mas seu banco mostra um saldo mais alto até que o cheque chegue à sua conta. Essas verificações são conhecidas como verificações pendentes.
  • Um pagamento eletrônico automático pode limpar sua conta um dia antes ou depois do final do mês, e você pode esperar vê-lo em outro mês.

Quando você pode explicar facilmente discrepâncias, provavelmente não há necessidade de se preocupar. Quando leva mais tempo para encontrar e reconciliar discrepâncias, pode haver problemas maiores que precisam ser resolvidos.

A importância da reconciliação

Uma revisão regular de suas contas pode ajudar a identificar problemas antes que eles saiam do controle.

Atenção: As contas bancárias comerciais recebem menos proteção do que as contas de consumidor nos termos da lei federal; portanto, é especialmente importante para as empresas interromperem os problemas rapidamente. Você não pode necessariamente contar com o banco para cobrir fraudes ou erros em sua conta.

Pegar fraude antes que seja tarde demais

Sinais de fraude devem ser sua prioridade ao reconciliar transações na sua conta bancária. Algumas coisas a considerar incluem:

  • Os cheques legítimos emitidos foram duplicados ou alterados, resultando em mais dinheiro saindo da sua conta corrente?
  • Os cheques foram emitidos sem autorização?
  • Existem transferências não autorizadas para fora da conta ou alguém fez saques em dinheiro não autorizados?
  • A conta tem algum depósito faltando?

Evitar problemas administrativos

A reconciliação da sua conta também ajuda a identificar problemas administrativos internos que precisam de atenção. Por exemplo, pode ser necessário reavaliar como você lida com o fluxo de caixa e as contas a receber, ou talvez alterar seu sistema de manutenção de registros e os processos contábeis que você usa.

Processos adequados para gerenciar suas transações bancárias resultam em resultados como:

  • Saber quanto dinheiro você realmente tem disponível em suas contas
  • Evitar cheques devolvidos (ou deixar de fazer pagamentos eletrônicos) para parceiros e fornecedores
  • Evitar taxas bancárias por fundos insuficientes ou usar linhas de crédito quando você realmente não precisa
  • Saber se os pagamentos dos clientes saltaram ou falharam e determinar se é necessária alguma ação
  • Acompanhar seus cheques pendentes e acompanhar os beneficiários
  • Garantir que todas as transações sejam inseridas corretamente no seu sistema contábil
  • Detectando erros bancários

Dica: Para obter idéias sobre como gerenciar suas contas bancárias à medida que sua empresa cresce, fale com o departamento de gerenciamento de tesouraria do seu banco ou união de crédito.

Quando é o melhor momento para reconciliar?

É aconselhável revisar suas contas pelo menos mensalmente. Para empresas de alto volume ou situações com maior risco de fraude, pode ser necessário reconciliar suas transações bancárias com mais frequência. Algumas empresas reconciliam suas contas bancárias diariamente.

Você também pode criar proteção em suas contas bancárias, e seu banco pode fornecer idéias úteis. Por exemplo, muitos bancos oferecem uma solução chamada Pagamento Positivo, que impede seu banco de aprovar pagamentos da sua conta, a menos que você forneça especificamente instruções para aprovar pagamentos individuais antecipadamente.

 

Classifique este post
[Total: 1 Average: 5]

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!