Você pode pagar sua equipe sem fins lucrativos? Quanto você pode pagar?

organização sem fins lucrativosOrganizações sem fins lucrativos de caridade costumam usar muitos voluntários para cumprir sua missão. No entanto, uma organização sem fins lucrativos também é uma empresa e deve ter uma equipe paga qualificada que se comprometerá a operar e manter o lado comercial da operação e fornecer seus serviços.

Como as organizações sem fins lucrativos existem para beneficiar as necessidades da sociedade, às vezes parece contraditório pagar dinheiro à equipe em vez de apoiar diretamente a causa da organização.

Porém, a equipe mantém a organização operacional para que ela possa continuar sua missão. A equipe paga para a maioria das instituições de caridade parece essencial.

No entanto, não é uma tarefa fácil determinar um nível de remuneração que atraia candidatos qualificados sem gastar dinheiro precioso em pagar salários em excesso.

Uma organização sem fins lucrativos pode pagar sua equipe?

Sim. Tanto a lei estadual (que rege a incorporação sem fins lucrativos ) quanto o IRS (que regula o status de isenção de impostos) permitem que uma organização sem fins lucrativos pague salários razoáveis ​​a funcionários, funcionários ou agentes por serviços prestados para promover os objetivos de isenção de impostos da empresa sem fins lucrativos.

De fato, a maioria das organizações sem fins lucrativos paga funcionários. Alguns têm milhares de funcionários, enquanto outros empregam algumas pessoas-chave e depois contam com voluntários para a maior parte do trabalho essencial. 

Por exemplo, uma organização hipotética de equoterapia sem fins lucrativos pode pagar um diretor executivo, um contador, um angariador de fundos, um coordenador voluntário e um terapeuta.

Os voluntários podem cuidar do local e cuidar de cavalos no rancho da organização sem fins lucrativos. Eles podem até fornecer parte da terapia para as crianças com deficiência física, que vêm a cavalo.

Essa organização representa um exemplo de uma força de trabalho bem integrada, tanto de funcionários remunerados quanto de voluntários.

Cada organização sem fins lucrativos deve avaliar e decidir quando é hora de contratar funcionários, quantos e para quais empregos.

Como determinar o pagamento?

A escala de pagamento para organizações sem fins lucrativos está tipicamente longe de ser excessiva, especialmente em comparação com os salários no mundo com fins lucrativos.

Às vezes, porém, as organizações enfrentam problemas porque um membro da equipe, geralmente o CEO ou o Diretor Executivo, recebe um salário excessivamente alto.

Não existem regras rígidas e rápidas para compensação em uma organização sem fins lucrativos, mas o IRS pode penalizar uma organização e um indivíduo por pagamento excessivo.

Essa expectativa está incorporada na cláusula de aquisição que rege as organizações sem fins lucrativos. Inurement significa que os recursos de uma organização sem fins lucrativos não devem beneficiar uma parte privada. Remuneração excessiva violaria esse mandato.

Se uma organização sem fins lucrativos paga mais que um funcionário, pode ter que pagar um imposto especial e perder seu status de isenção de imposto.

A questão salarial excessiva é coberta pela cláusula de contratação privada para organizações sem fins lucrativos. Essa cláusula diz que nenhuma renda da organização sem fins lucrativos pode beneficiar um indivíduo, e isso inclui salários excessivos. 

Evite alta rotatividade de pessoal

Muitas organizações sem fins lucrativos sofrem com a questão de oferecer remuneração que é considerada muito baixa por muitos. As organizações sem fins lucrativos precisam evitar pagar a mais ou menos a equipe. O primeiro pode causar problemas e o segundo dificulta sua capacidade de recrutar os melhores funcionários.

Alguns estudos descobriram que o volume de negócios anual para organizações sem fins lucrativos oscila na faixa de 19%, 4 em parte significativa por causa dos baixos salários. 

Verifique se a equipe da organização sem fins lucrativos recebe uma remuneração compatível com as pesquisas salariais de grupos semelhantes.

Considere o custo de vida em sua área, o tamanho do seu orçamento e o tipo de serviço que sua organização oferece. Além disso, certifique-se de seguir as regras de salário mínimo do seu estado e manter-se atualizado com a legislação federal, como as novas regras que regem o pagamento de horas extras.

calculadora de custo de vida  fornecida pela Salary.com é um excelente recurso para comparar salários para vários tipos de trabalho. Você pode procurar por cargos e salários relacionados em qualquer área geográfica, gratuitamente.

Você também pode procurar a categoria de trabalho sem fins lucrativos no Glassdoor, um site de trabalho e recrutamento on-line, para obter um quadro de referência. 

A Chronicle of Philanthropy publica anualmente um estudo sobre remuneração de executivos sem fins lucrativos, que os assinantes podem acessar.

Por uma taxa, você pode obter o Relatório de salários e benefícios sem fins lucrativos. Para mais informações sobre a compensação, ver  Can sem fins lucrativos Conselheiros receber uma compensação?

 

Classifique este post
[Total: 1 Average: 5]

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!