Troca de bancos: lista de verificação e dicas

bancoÀs vezes, a única coisa que nos impede de trocar de conta bancária é não saber como dar o salto. Felizmente, é fácil mover bancos quando você divide o processo em tarefas pequenas e simples. Use a lista de verificação abaixo para garantir que você tenha coberto tudo e que sua mudança para um novo banco seja o mais rápida e fácil possível.

Escolha um banco

Se você ainda não decidiu onde deseja realizar o banco, concentre-se em instituições que oferecem o tipo de conta bancária desejada, seja uma conta corrente, poupança ou mercado monetário.

Em seguida, analise cuidadosamente os recursos bancários e a programação de taxas, juntamente com as análises on-line dos clientes. Escolha entre os seguintes tipos de bancos:

  • Bancos tradicionais: São instituições tradicionais, incluindo grandes bancos e bancos comunitários. Freqüentemente, mas nem sempre, impõem taxas mais altas do que as cooperativas de crédito e os bancos online.
  • Cooperativas de crédito: São entidades de propriedade do cliente que operam de maneira semelhante aos bancos, mas podem ter tabelas de taxas mais branda.
  • Bancos on-line: Esses bancos normalmente não têm uma agência pessoal que você possa visitar. Mas eles geralmente compensam a falta de presença com taxas mais baixas e taxas de juros mais altas.

Abra sua nova conta bancária

Se você estiver trocando de banco, coloque sua nova conta em funcionamento – quanto antes, melhor. Você não pode trocar de banco até ter um lugar para ir.

Abrir uma conta é um pequeno passo que você geralmente pode  concluir on-line em 10 minutos ou menos . Faça um depósito de abertura em sua nova conta (alguns bancos exigem um determinado depósito mínimo de abertura), aguarde a liberação dos fundos e verifique se eles chegam à nova conta. Inscreva as dicas de abertura da conta abaixo para facilitar a troca de contas bancárias.

    • Comece bem: Abra sua conta pelo menos uma semana ou duas antes de planejar a mudança final. Isso ocorre porque pode levar até 10 dias úteis para receber seu novo cartão de débito por correio. Durante esse período, você também pode configurar sua conta online e criar credenciais de login para acesso online ao banco. Ao começar a usar sua nova conta exclusivamente, convém ter seu cartão de débito, acesso online, uma senha de trabalho e o aplicativo móvel do seu banco.
    • Forneça todos os formulários solicitados: Alguns bancos podem exigir que você assine e devolva os formulários por correio para que transferências eletrônicas ou outros recursos da sua nova conta sejam ativados. O retorno imediato desses formulários permite que você comece a usar todos os recursos de sua nova conta imediatamente.
  • Link para a conta antiga: Configure um link eletrônico entre a nova conta e a que você deseja fechar. Essa é a maneira mais fácil e barata de movimentar dinheiro, pois pode ser necessário transferir fundos uma ou duas vezes até que tudo esteja definido. Se os bancos novos e antigos usam uma plataforma de pagamentos móveis pessoa a pessoa, como Zelle, você está com sorte – essa é a maneira mais rápida de movimentar dinheiro de graça.

Pergunte sobre os recursos de troca de contas do banco

Hoje, alguns bancos oferecem serviços de troca de contas, nos quais a equipe faz o trabalho pesado da troca por você. Por exemplo, eles podem transferir seus pagamentos automáticos e depósitos diretos e até notificar seu banco antigo para fechar a conta. Vale a pena consultar seu banco sobre os serviços de troca de contas para facilitar a troca.

Mesmo que seu banco não ofereça esse serviço, ele ainda poderá oferecer um kit de chave. Um kit de troca é um pacote de informações que contém uma lista de tarefas essenciais necessárias para mudar para o banco e os formulários que você pode preencher (contendo espaços para números de conta e formulários de depósito direto, por exemplo) para facilitar a atualização desses contas durante a troca.

Identificar despesas mensais

Faça um inventário de todas as contas que você paga automaticamente da sua conta bancária antes de trocar de banco. Você não deve fechar (ou esvaziar) sua conta bancária antiga até cancelar esses pagamentos e configurá-los para serem pagos com sua nova conta.

Você pode mudar para as notas de papel à moda antiga por um tempo, para que nada se perca no baralhamento. Você ainda pode usar a conta antiga para pagar contas usando o pagamento de contas on-line, mas certifique-se de “empurrar” o dinheiro da conta enquanto ela ainda estiver lá, em vez de seus prestadores de serviços “receberem” pagamentos quando você não espera. Use estas dicas abaixo para ajudar a evitar pagamentos vencidos durante a transição.

  • Comece a usar sua nova conta: Se você estiver escrevendo cheques ou usando o pagamento de faturas on-line, comece a  escrever cheques a partir da nova conta para adquirir o hábito de usá-la. Financie esses pagamentos transferindo dinheiro da sua conta antiga.
  • Use contas paralelas: Se sua conta bancária antiga não incorrer em taxas de manutenção, ou você puder pagar essas taxas, financie ambas as contas com o suficiente para cobrir as contas pendentes. Alterne os pagamentos da fatura  para a nova conta conforme cada fatura vencer.
  • Identifique pagamentos em extratos anteriores: Revise o ano inteiro de transações em sua conta antiga para garantir que você seja responsável por pagamentos futuros que normalmente são cobrados com menos frequência. A declaração do mês passado não é suficiente – três meses é o mínimo. Você só pode efetuar determinados pagamentos anualmente ou trimestralmente, e esses tendem a ser pagamentos importantes ( prêmios de seguro de vida, por exemplo). Outros pagamentos podem ser raros, como saques do PayPal da sua conta corrente para compras pouco frequentes no eBay.

Faça uma lista de todas as suas despesas e marque-as uma a uma, enquanto você toma providências para alterá-las para sua nova conta bancária.

Redirecionar sua renda

Se você tiver um depósito direto na sua conta antiga, peça ao seu empregador para atualizar os pagamentos para a nova conta. Mais uma vez, esteja preparado para transferir dinheiro entre suas contas antigas e novas (possivelmente mediante cheque ou transferência eletrônica) várias vezes antes de terminar de trocar de banco.

Pode levar vários períodos de pagamento ou ciclos de cobrança para mudar os pagamentos para uma nova conta bancária. Pergunte ao seu empregador quanto tempo leva o processo e agende as coisas de acordo.

Certifique-se de considerar todas as suas fontes de renda, incluindo:

  • Benefícios da Seguridade Social
  • Renda de pensão e anuidade
  • Ganhos em investimentos e pagamentos sistemáticos

Vincular a nova conta a outras contas ativas

Por meio da interface on-line do novo banco, vincule sua nova conta e outra conta corrente ou poupança no mesmo banco ou em outro banco. Esta etapa permite fazer transferências únicas ou recorrentes de uma conta para outra, para que você possa atingir suas metas financeiras com mais facilidade.

Por exemplo, vincular contas permite agendar transferências automáticas de uma conta corrente para uma conta de aposentadoria ou uma conta poupança que você está usando como fundo de emergência ou fundo para um adiantamento.

Esperar erros

Há uma chance decente de que alguém – possivelmente você – cometa um erro ao trocar de conta bancária. Por exemplo, você pode não deixar dinheiro suficiente no banco antigo e receber uma taxa de cheque especial em um pagamento que ignorou.

É por isso que é importante manter uma pequena quantia em sua conta antiga para minimizar possíveis danos. Se levar um mês a mais para que sua conta eletrônica seja transferida, que assim seja.

É melhor pagar com a conta antiga do que perder um pagamento ou pagar com atraso. Os pagamentos em atraso dos empréstimos, em particular, podem levar a multas (do banco e de seus fornecedores de serviços) e até afetar sua pontuação de crédito.

Muitos erros são causados ​​pelo mau momento na troca de contas bancárias. Existem duas abordagens que você pode adotar ao cronometrar a mudança para um novo banco:

  1. Defina uma data para trocar de banco de uma só vez. Você pode tentar sincronizar perfeitamente os fundos de entrada e saída e fazer uma alteração completa em uma determinada data. Mas é fácil esquecer um próximo pagamento ou um cheque eletrônico pendente e jogar uma chave inglesa em todo o plano.
  2. Aguarde a conclusão de transações importantes. Revise seu histórico de transações e encontre uma data que lhe proporcione bastante tempo de entrega. Por exemplo, se você não tiver transações automáticas entre os dias 2 e 12 de cada mês, altere tudo no dia 2 para que seus prestadores de serviços (como sua empresa de eletricidade, hipoteca e seguro) e seu empregador tenham tempo para atualizar as informações da sua conta.

Não feche sua conta antiga muito rapidamente. Pode levar mais tempo do que o esperado para atualizar as instruções de depósito direto e cobrança automática.

Mantenha sua conta antiga aberta (por um tempo)

Não feche sua conta antiga muito rapidamente. Pode levar mais tempo do que o esperado para atualizar as instruções de depósito direto e cobrança automática. Aguarde pelo menos um mês ou dois para garantir que todos estejam usando as novas informações da sua conta.

Se você está trocando de banco devido a taxas, provavelmente está ansioso para fechar sua conta. No entanto, se você estiver mudando por outros motivos (uma mudança geográfica, por exemplo), é mais seguro deixar sua conta antiga em aberto por um tempo.

Antes de fechar sua conta antiga, equilibre seu talão de cheques uma última vez para garantir que não haja cheques pendentes ou pagamentos eletrônicos ignorados em sua conta antiga.

Esvaziar e fechar a conta antiga

Quando todos os débitos e créditos esperados forem compensados ​​na conta antiga, retire o dinheiro restante. Você pode fazer isso em dinheiro (se for uma quantia pequena) ou solicitando um cheque administrativo.

O preenchimento de um cheque pessoal não é tão seguro, pois talvez você não possa processá-lo antes que o banco feche a conta. De qualquer forma, torne oficial. Dê ao banco instruções formais para que eles parem de pagar juros, produzir extratos e cobrar taxas e informar para onde enviar o dinheiro restante.

A etapa final da troca de bancos é fechar a conta. Alguns bancos oferecem a opção de fechar contas online. Caso contrário, entre em contato com o banco e pergunte como encerrar a conta definitivamente.

Em muitos casos, você pode solicitar o encerramento da conta por telefone ou enviar uma carta, mas as contas conjuntas podem ter requisitos adicionais. Depois que o banco confirmar que sua conta foi encerrada, você trocou de banco com sucesso.

 

Classifique este post
[Total: 1 Average: 5]

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!