O que é um cartão de débito pré-pago?

cartões pré-pagosOs cartões de débito pré-pagos funcionam como cartões de crédito quando você faz compras, mas há uma grande diferença: você está gastando seu próprio dinheiro, que carregou no cartão antecipadamente – e não emprestando fundos. Isso os torna mais parecidos com cartões de débito, mas você não precisa ter uma conta bancária para usá-los.

Os cartões pré-pagos têm muitas vantagens, mas também existem algumas armadilhas. Para aproveitar ao máximo os cartões pré-pagos e decidir se eles são adequados para você, descubra como eles funcionam e aprenda os prós e contras.

Como funcionam os cartões pré-pagos

Você pode obter cartões pré-pagos (ou pré-pagos) de um banco ou empresa de cartão de crédito ou até comprá-los na loja. Depois de obter seu cartão, você precisará carregar dinheiro nele. Os cartões pré-pagos são recarregáveis, para que você possa adicionar dinheiro à sua conta repetidamente.

Adicionando fundos ao seu cartão

Você pode adicionar dinheiro ao cartão quando o compra; alguns cartões são projetados para uso único e vêm pré-carregados com fundos. Ou, você pode adicionar dinheiro posteriormente, de várias maneiras:

  • Configurar depósito direto no cartão
  • Leve dinheiro para uma loja de varejo que possa adicionar fundos ao seu cartão
  • Depositar um cheque em um aplicativo vinculado ao seu cartão (tirando uma foto do cheque)
  • Transfira dinheiro da sua conta bancária para o seu cartão pré-pago

Você deve planejar cuidadosamente suas recargas; a maioria dos cartões pré-pagos cobra uma taxa para recarregar. Depois de adicionar fundos ao seu cartão, você pode gastar esse dinheiro ou sacá-lo em dinheiro nos caixas eletrônicos.

Compras ou retirada de dinheiro com seu cartão

Os cartões pré-pagos são idênticos aos cartões de crédito e débito padrão. São de plástico, com uma tarja magnética na parte de trás e, às vezes, têm um chip de segurança. Os cartões pré-pagos também usam a rede de pagamento Mastercard ou Visa, assim como os cartões de crédito e débito.

Para comprar algo, basta deslizar ou inserir o cartão no leitor se você estiver em um revendedor ou digite o número do cartão se estiver comprando on-line.

Em um caixa eletrônico, basta inserir seu cartão pré-pago como qualquer outro cartão bancário e sacar dinheiro. No entanto, esteja ciente de que você poderá cobrar uma taxa por cada compra ou visita ao caixa eletrônico.

Como os cartões pré-pagos são diferentes

Os cartões pré-pagos são diferentes dos cartões de débito e de crédito. A principal diferença entre cartões pré-pagos e um cartão de débito bancário é que você não precisa ter uma conta bancária normal para obter e usar o cartão pré-pago.

Você pode ter uma conta bancária regular e usar cartões pré-pagos ao lado para gerenciar parte de seus gastos, ou pode usar cartões pré-pagos exclusivamente, sem nenhuma conta bancária.

Com um cartão pré-pago, diferentemente do cartão de crédito, você não pode gastar dinheiro que não possui. Depois de usar todos os fundos carregados, o cartão não funcionará até você carregar mais.

Os cartões de crédito, por outro lado, permitem gastar dinheiro que você não tem com a promessa de pagá-lo mais tarde (com juros). Os cartões de crédito também exigem pagamentos mínimos, taxas atrasadas e cobranças financeiras – os cartões pré-pagos não (embora cobrem outras taxas).

Prós do uso de um cartão de débito pré-pago

Embora os cartões pré-pagos não façam sentido para todos, eles ainda fazem sentido para situações específicas e oferecem aos usuários alguma flexibilidade financeira. Se alguma das situações abaixo se aplicar a você, você poderá colher os frutos de usar um cartão pré-pago.

Não é necessário histórico de crédito: Qualquer pessoa pode se qualificar para usar um cartão pré-pago. Como você não empresta dinheiro, o emissor do cartão não verifica sua pontuação de crédito antes de emitir o cartão.

Isso é especialmente atraente para pessoas com crédito abaixo do perfeito, incluindo jovens que ainda não acumularam crédito. Algumas pessoas até escolhem viver a vida sem dívidas e sem pontuação de crédito . No entanto, se você tiver um histórico de cheques sem fundos, poderá ter problemas para obter um cartão de determinados emissores de cartões pré-pagos.

Não é necessária uma conta bancária: Os cartões pré-pagos podem funcionar como uma alternativa a uma conta corrente em um banco ou cooperativa de crédito. Se você não pode ou não deseja abrir uma conta corrente, um cartão pré-pago permite que você aproveite a conveniência de pagar com plástico.

Em alguns casos, os cartões pré-pagos podem custar menos do que uma conta bancária. Por fim, os cartões pré-pagos podem fornecer acesso a serviços como pagamento de contas on-line e depósito em cheque móvel para aqueles que preferem viver sem uma conta bancária.

Ajuda com o orçamento: Se os cartões de crédito forem um pouco tentadores, um cartão pré-pago pode ajudar a evitar dívidas. Se o dinheiro não estiver carregado no seu cartão, você não poderá gastá-lo.

Os cartões pré-pagos funcionam bem para adolescentes e estudantes universitários e também podem fazer sentido para aqueles que vivem com renda fixa ou parentes que visitam outro país. Se você usa um cartão pré-pago ou um cartão de débito emitido pelo banco, verifique se a proteção a descoberto permitirá que você gaste demais – e desative esse recurso se não o desejar.

Privacidade extra: Se você está preocupado com segurança ou privacidade, pode hesitar em usar seu cartão de débito ou cartão de crédito todos os dias em determinadas situações.

Talvez você esteja viajando para uma área conhecida por fraude com cartão de crédito ou deseje fazer compras para as quais prefere não usar o cartão do dia a dia. Nesses casos, você pode isolar suas contas normais usando um cartão pré-pago.

Contras de cartões pré-pagos

Com tantos benefícios, qual é o problema? Cartões pré-pagos são insuficientes em algumas áreas:

Menos proteções: Os cartões pré-pagos não oferecem tanta proteção aos consumidores quanto os cartões de crédito e débito tradicionais. Por exemplo, o que acontece se o número do seu cartão for usado de maneira fraudulenta ou se o emissor do cartão ficar estagnado?

Seus fundos podem não estar segurados pelo FDIC. Embora a proteção do consumidor esteja melhorando e muitos emissores de cartões ofereçam voluntariamente alguns benefícios, alguns cartões oferecem muito menos proteção do que outros.

Taxas altas: Os cartões pré-pagos são conhecidos por suas taxas altas e horários confusos. No passado, a despesa fazia dos cartões pré-pagos um último recurso para pessoas que não podiam abrir contas bancárias regulares.

Desde então, os emissores reduziram um pouco as taxas, mas você ainda precisa pesquisar as possíveis cobranças e pensar em como usará um cartão antes de abrir uma conta. Você pode eliminar algumas taxas comparando as compras.

Sem crédito: Os cartões pré-pagos não ajudam a obter crédito. Eles permitem que você gaste como se tivesse um cartão de crédito, mas como sua atividade não é reportada às agências de crédito, sua pontuação de crédito não é afetada.

Se você deseja a conveniência do plástico, mas precisa obter crédito, considere um cartão de crédito seguro – mesmo um com uma taxa anual. Depois de melhorar sua pontuação de crédito, você pode mudar para um cartão melhor.

Sem juros: Embora os cartões pré-pagos facilitem o gasto, é difícil economizar dinheiro (muito menos ganhar juros), a menos que você tenha uma conta poupança com juros.

Se pagar alguns dólares extras em taxas bancárias significa que você acumulará economias ao longo do ano – mesmo que seja apenas um truque mental para economizar – provavelmente vale o custo.

Tentação de cheque especial: Cartões pré-pagos devem usar seu dinheiro, e não um credor. A idéia é que você pare de usar o cartão quando ficar sem dinheiro.

Mas alguns cartões incentivam você a gastar mais do que você, permitindo saques a descoberto (e cobrando taxas exorbitantes). Se você escolher um cartão pré-pago esperando parar de gastar quando o cartão ficar sem dinheiro, os cheques a descoberto serão uma chave nos seus planos. Verifique se o seu cartão não possui esse recurso, para que você não economize no orçamento ou pague taxas caras.

Transações limitadas: Seu cartão pode limitar o valor que você pode recarregar, gastar ou retirar dentro de um determinado período de tempo. Você quer ter certeza de que seu cartão pode lidar com o tamanho ou a frequência das transações que você deseja fazer com ele (sem cobrar taxas).

Datas de vencimento: Os cartões pré-pagos não duram para sempre; seu cartão terá uma data de validade, após a qual você precisará emitir um novo cartão.

Alternativas a considerar

Se você ponderou as opções e decidiu não usar um cartão pré-pago, talvez seja melhor usar um cartão de débito e uma conta corrente emitidos pelo banco. Você pode evitar muitas (se não todas) as taxas bancárias escolhendo uma conta corrente online gratuita.

Se você tem um histórico bancário difícil, uma conta corrente regular com taxas ainda pode superar o custo de depender exclusivamente de cartões pré-pagos para suas necessidades financeiras.

Por outro lado, se você sabe que pode pagar a conta todos os meses, os cartões de crédito oferecem muito mais proteção contra fraude ou abuso. Além disso, você pode usá-los para obter crédito e melhorar sua pontuação de crédito, o que pode ajudá-lo a garantir melhores taxas de juros de empréstimos e hipotecas no futuro.

 

Classifique este post
[Total: 1 Average: 5]

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!